Quer ser contactado?
Preencha os dados ligamos-lhe
dentro de momentos
* dias úteis das 9 ás 18 horas.

No ano de 1993 iniciou-se sob o nome de Alartécnica, Lda. o desenvolvimento, em Portugal, de um conceito que permaneceu até aos dias de hoje; o de disponibilizar sempre aos nossos Clientes uma vasta e versátil gama de produtos, que lhes permita proporcionar uma melhor qualidade de vida.

Após duas décadas, a empresa Alartécnica inova passando a denominar-se SCADA Sistemas de Elevação. Novo nome, mesmo conceito! A acessibilidade é e continua a ser a nossa prioridade disponibilizando às pessoas com mobilidade reduzida não só a nossa vasta e reconhecida experiência na área, bem como um leque diversificado de equipamentos para as mais variadas necessidades.

A preocupação em inovar, que se tem mantido até hoje, resulta na busca permanente nos mercados internacionais, das mais variadas soluções na área das acessibilidades de modo a acompanhar não só a evolução tecnológica, como manter sempre a melhor relação qualidade/preço.

O nosso Lema é procurar estar sempre na vanguarda da tecnologia apresentando sempre as melhores soluções para cada caso.

Para servir melhor e para estar mais perto dos seus clientes, esta empresa abriu em 1999 a delegação na zona Norte do País e em 2003 estendeu também os seus serviços ao Sul, conseguindo desta forma abranger todo o território nacional. Mais de 20 Anos de experiência ao seu dispor. Consulte-nos, esperamos por si!

Evolução
da imagem que
nos distingue
2014
1994

GUIA PARA A MOBILIDADE

A promoção da acessibilidade constitui uma condição essencial para o pleno exercício de direitos de cidadania consagrados na Constituição Portuguesa, como o direito à Qualidade de Vida, à Liberdade de Expressão e Associação, à Informação, à Dignidade Social e à Capacidade Civil, bem como à Igualdade de Oportunidades no acesso à Educação, à Saúde, à Habitação, ao Lazer e Tempo Livre e ao Trabalho.

DIRECTIVA MÁQUINAS 2006

DIRECTIVA 2006/42/CE DO PARLAMENTO EUROPEU E DO CONSELHO, de 17 de Maio de 2006, relativa às máquinas e que altera a Directiva 95/16/CE (reformulação).

ACESSIBILIDADE DE ESPAÇOS PÚBLICOS, EQUIPAMENTOS COLECTIVOS E EDIFÍCIOS PÚBLICOS E HABITACIONAIS

Decreto-Lei nº163/2006 de 8 de Agosto

A promoção da acessibilidade constitui um elemento fundamental na qualidade de vida das pessoas, sendo um meio imprescindível para o exercício dos direitos que são conferidos a qualquer membro de uma sociedade democrática, contribuindo decisivamente para um maior reforço dos laços sociais, para uma maior participação cívica de todos aqueles que a integram e, consequentemente, para um crescente aprofundamento da solidariedade no Estado social de direito.

São, assim, devidas ao Estado acções cuja finalidade seja garantir e assegurar os direitos das pessoas com necessidades especiais, ou seja, pessoas que se confrontam com barreiras ambientais, impeditivas de uma participação cívica activa e integral, resultantes de factores permanentes ou temporários, de deficiências de ordem intelectual, emocional, sensorial, física ou comunicacional.

Algumas inovações significativas e uma maior pormenorização das Normas Técnicas causaram, por sua vez, dificuldades de interpretação, o que se tentou obviar através da publicação do “Guia Acessibilidade e Mobilidade para Todos” e da realização de um conjunto de acções de formação aos técnicos das Autarquias.

  • CÂMARAS MUNICIPAIS
  • BANCOS
  • JUNTAS DE FREGUESIA
  • MINISTÉRIOS
  • SANTAS CASAS DA MISERICÓRDIA
  • ESPAÇOS CULTURAIS
  • ESTAÇÕES DE CORREIOS
  • TRIBUNAIS E CARTÓRIOS
  • ESPAÇOS COMERCIAIS
  • CLÍNICAS MÉDICAS
  • CENTROS DE SAÚDE
  • HOSPITAIS
  • FARMÁCIAS
  • CASAS DE REPOUSO
  • IGREJAS E CENTROS SOCIAIS
  • ASSOCIAÇÕES
  • INSTITUIÇÕES DE ENSINO
  • HOTEIS
  • DISCOTECAS E CASINOS
  • PISCINAS
  • EMPRESAS DE ELEVADORES
  • EMPRESAS
  • ESCOLAS DE CONDUÇÃO
  • SEGURADORAS